O nosso reino é tudo isto, e muito mais...

Roy Tanck's Flickr Widget requires Flash Player 9 or better.

Get this widget at roytanck.com
"A fantasia não é exatamente uma fuga da realidade. É um modo de a entender."
"Fantasy's hardly an escape from reality. It's a way of understanding it" (Lloyd Alexander)

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Mimos de hoje :)

 Comprei este pequenino presépio para o meu cantinho (escritório) aqui em casa :)
 O meu Tiago trouxe isto da escola :)
Recebi este selo da Adriana
"O Prémio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras."
***
Obrigado.

O Guizito entrevistou... Ana (PinkNounou)

O Guizito......
 artesãos portugueses.
***
Que canais utilizas para a divulgação do teu trabalho?
O meu Site, Blog, Flickr, Twitter, Facebook
*
Fala-nos um pouco de ti.
Tenho 35 anos, uma filha pequena muito enérgica. Adoro o meu trabalho, chocolate, tecidos, cores, gatos (apesar de ser alérgica...), papeis, fitas, viajar, desenhar, comprar livros para crianças,...*
Como caracterizas o teu trabalho e o que é que ele significa para ti?

Tenho um curso de Design Gráfico e neste momento estou a dedicar-me ao meu projecto de brinquedos e acessórios para bebés e crianças.
Significa estar a conseguir transformar algo que começou por ocupar pequenos bocadinhos da minha vida em algo que preenche os meus dias, me preenche a mim – e também preenche muito espaço cá por casa... ;)
*
Quando começaste? Quanto tempo dedicas a esta actividade agora?
À volta de 6 anos atrás. Todo o tempo que é humanamente possível...
*
Qual a história por trás do nome que escolheste para identificar as tuas peças?
Não é uma história muito poética ;) os nomes que tinha na cabeça já existiam, então associei 2 coisas de que gosto, cores e um nome.
*
Costumas actualizar-te e aprender novas técnicas? O que fazes para te manter actualizada?
Gosto de ver revistas e livros antigos de costura, bordados...
*
Qual o papel da tua família e qual a relação que tem com este trabalho?
É uma influência enorme em termos de inspiração e de ajuda a resolver algumas dúvidas.
*
Qual a peça artesanal que tens e que mais estimas (feita por ti ou oferecida) e porquê?
São muitas,... as minhas caixas bordadas de Viana do Castelo, um lenço dos Namorados feito pela minha mãe, alguns sacos feitos pela minha avó, rendas antigas de bilros, um boneco em tecido HopSkipJump... há mais concerteza...
*
Tens algum animal de estimação? Qual ou quais?
Tive 2 gatos o Sebastião e a Olívia.
*
Coleccionas algo? O quê?
*
Não sou muito adepta de colecções, mas se calhar os muitos livros para crianças que tenho podem entrar nessa categoria.
Quais as tuas perspectivas relacionadas com este projecto, para os próximos 2 anos?
Ter clientes satifeitas que voltam muitas vezes :)
*
NOTA - «algumas das fotos são da autoria de Catarina Zimbarra (http://www.catarinazimbarra.com/
***
Queres divulgar o teu trabalho?
Inscreve-te AQUI.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Agorinha...

A luz faltou.
Ficámos apenas os três, enroladinhos no sofá (o maridão ainda vinha a caminho).
O reflexo da lareira que víamos no tecto da sala era mais ou menos este.
A foto ficou toda preta pois tirei-a sem flash propositadamente.
Depois de a editar ficou assim, talvez um pouco fantasmagórica :)
Assim que voltou a luz o Tiago pôde finalmente fazer a sua primeira cópia.
E não é que leu tudo bem à primeira?!
 

A natureza... na nossa sala

Guardei este ramo de limoeiro porque o achei especial.
Tem estado na nossa varanda há quase 1 mês.
Ontem descobri onde o podia pôr.
Trouxe a «natureza» para a sala, principalmente agora que não posso ir visitá-la ao bosque todos os fins de semana por causa do mau tempo...
No fundo pus pedrinhas que trouxemos da praia. Umas são em forma de coração e outras têm buracos naturais que as atravessam de um lado ao outro.
Fiz uma pequena pesquisa sobre estas pedrinhas furadas e vejam o que descobri:
«Seixo com buracos naturais ou Seixo de Odin
Normalmente é uma pedra macia, com cavidades naturais, que foram produzidos pela erosão, o vento, a acção das ondas e / ou criaturas do mar, não o feitas homem... (embora haja quem os faça artesanalmente).
Os buracos nas pedras foram criadas pela própria Mãe Terra e todas são únicas. Algumas delas podem até ter as cascas das criaturas do mar que fizeram os buracos.
São pedras difíceis de encontrar e são consideradas de protecção e fortalecimento da mente. Elas também podem ajudar a melhorar suas habilidades psíquicas. Isso nota-se no folclore pois quando se olha através de um buraco na pedra diz-se poder ter visões.
Elas são úteis na prevenção de pesadelos quando penduradas ou colocadas ao lado da cama.
Pendurar uma perto de onde dorme um animal de estimação ajuda a protegê-lo também.
Elas também têm sido usadas para ajudar a livrar o corpo do mal-estar, absorvendo-o. Depois de ser usada para a cura, devem ser limpas antes de usá-los novamente.
Quando suspensas ou colocadas em casas ou veículos que oferecem protecção contra danos para todos que residem ou viajam dentro.
Quando colocada num altar, oferece um navio perfeito para criar um link para a Mãe Terra e os seus espíritos da água.
São excelentes para a meditação e visualização criativa.»
***
Como diria o Fernando Pessa...
E ESTA HEIM?

Googolopoly

Googolopoly é um jogo inspirado pelo Google. Em poucas palavras: é o Monopólio normal onde, em vez de se comprarem casas, se compram empresas. Outra diferença em relação ao Monopólio tradicional é o uso de Google Dollars como moeda. De resto, é exactamente o mesmo que o bom velho Monopólio.
Pensando em todas as notícias que envolvem o Google, nas suas aquisições, rumores e novos produtos... enfim, todo esse ambiente foi transformado num jogo chamado "Googolopoly".
Segundo a empresa especializada em armazenamento de arquivos online, o objectivo do jogo é usar as acções do Google para comprar todas propriedades que se puder, sem apresentar qualquer tipo de problema financeiro ou perder stock.
Se sempre quiseste estar a frente dos fundadores do Google e assumir principalmente e pessoalmente novas aquisições, este jogo é para ti!
Se quiserem jogar o Googolopoly e comprar todas as empresas que vos aparecem pela frente...

domingo, 28 de novembro de 2010

Fotos da actualização da parede...

... do meu atelier/escritório :)

«O piquenique dos caracóis»

Recebi há pouco tempo um email com esta história que resolvi adaptar só para vocês :)

Uma família de caracóis decidiu sair para fazer um piquenique.
Os caracóis, sendo naturalmente lentos, levaram 7 anos a preparar-se para o passeio.
Passados 6 meses, depois de acharem o lugar ideal, ao desembalarem a cesta de piquenique descobriram que faltava o sal.
Então, designaram o caracol mais novo para voltar em casa e ir buscar o sal. (por ser o mais rápido).
O pequenino caracol lamentou, chorou e esperneou, mas concordou em ir com uma condição: que ninguém comeria até que ele voltasse.
Três anos passaram...
Seis anos passaram... e o pequenino ainda não tinha voltado.
Ao sétimo ano da sua ausência, o caracol mais velho, que já não suportava mais a fome, decidiu desembalar uma sanduíche.
Nesta hora, o pequeno caracolinho saiu de trás de uma árvore e gritou:
«Bolas! Eu sabia que vocês não iam esperar por mim! Agora que eu não vou mesmo buscar o sal!»
***
Algumas vezes em nossa vida as coisas acontecem da mesma maneira.
Desperdiçamos o nosso tempo à espera que as pessoas vivam à altura de nossas expectativas.
Ficamos tão preocupados com o que os outros estão a fazer que deixamos de fazer o que nos compete.
*
Como disse Mário Quintana:
«O pior dos nossos problemas é que ninguém tem nada com isso.»
Por isso, vivamos a vossa vida e deixemos de nos preocuparmos com a opinião que os outros têm de nós. Falo por mim também...
«Não venci todas as vezes que lutei. Mas perdi todas as vezes que deixei de lutar!»
*
(Texto adaptado por mim)

BRRRRR que frio!!

 
Ontem passámos o dia inteiro em casa...
Estava tanto frio.
Hoje vamos mesmo ter que «soltar» os nossos filhotes para que possam correr...

sábado, 27 de novembro de 2010

Se há coisa que eu ADORO...

 
...são os meus livros técnicos :)
Adoro quando tenho uma dúvida sobre algo e encontro resposta na minha biblioteca. É (a maior parte das vezes) o primeiro lugar onde procuro... só depois vou à net.
AQUI falei-vos um pouco sobre os meus gostos relacionados com livros.
Na coluna da direita do blog, lá em cima, encontram uma imagem igual a esta (aqui em baixo) e podem ver alguns dos livros que tenho aqui na biblioteca :)

Não acreditamos que já passou tanto tempo...

O nosso Tiaguinho
Foram tantas noites de cólicas...
03/10/2004
27/11/2004
Passaram 6 ANOS desde que tirámos esta foto!

Estamos no Ateliê Manoela Nunes...


*****
O Reino Já Cheguei participa!!!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Apesar de cansada... sinto-me calma...

 
 
 
 
... e sem sinais da depressão.
Continuo medicada: Cipralex, Lirica, Alprazolan e Victan em S.O.S.
A única coisa que tenho é MUITO sono... mas calculo que isso seja um mal geral :)
Um excelente fim de semana!

Museu do Mármore

Há já algum tempo fomos ao Museu do Mármore que está localizado em Vila Viçosa numa antiga estação de comboio.
Na impossibilidade de poder trazer uma amostra de cada tipo de rocha, tive que me contentar com a fotografia do painel que lá estava...Mas é claro que trouxe alguns exemplares de mármore diferentes, graças à gentileza da senhora que estava na recepção do museu :)
Mármore Branco, Negro e Rosa.
*

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Diana Loomans

Gostaria de partilhar com vocês este poema que adorei...
*
Se eu tivesse meu filho para criar novamente
«Se eu tivesse meu filho e pudesse começar tudo de novo,
eu usaria mais a minha mão para acariciar do que para apontar.
Eu corrigiria menos e me uniria mais.
Eu tiraria meus olhos do relógio e com eles prestaria mais atenção.
Eu cuidaria em saber menos e saberia cuidar mais.
Eu passearia mais e soltaria mais pipas.
Eu deixaria de brincar de seriedade e seriamente brincaria.
Eu correria mais pelos campos e observaria mais seus primeiros movimentos.
Eu o abraçaria mais e o puxaria menos.
Eu construiria primeiro a auto-estima e depois a casa.
Eu seria frequentemente menos firme e procuraria muito mais fazê-lo firme.
Eu ensinaria menos sobre o amor ao poder e mais sobre o poder do amor.»
*****
I would like to share with you this poem that I love...
*
If I had my child to raise over again

«If I had my child to raise over again,
I'd finger paint more, and point the finger less.
I'd do less correcting, and more connecting.
I'd take my eyes off my watch, and watch with my eyes.
I would care to know less, and know to care more.
I'd take more hikes and fly more kites.
I'd stop playing serious, and seriously play.
I'd run through more fields, and gaze at more stars.
I'd do more hugging, and less tugging.
I would be firm less often, and affirm much more.
I'd build self-esteem first, and the house later.
I'd teach less about the love of power,
And more about the power of love.»

Estamos...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Acham que ainda vou a tempo de fazer greve?

Eh! Eh!

Do nosso domingo de manhã...

Estava vento.
Agasalhámos os miúdos e fomos para a beira mar.
Éramos para não os tirar do carro mas...
 
... acreditam que parecia estar menos vento junto à água?
 
Deixámos lá uma mensagem escrita na areia para vocês...
Viram?
:)

Atenção crafters!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Publicidade ou violação de propriedade intelectual?

Depois de receber um email do Facebook a dizer «Maria utilizou uma das tuas fotos como a sua foto de perfil.» descobri isto.
Assim sendo, como não conheço esta pessoa e não lhe posso enviar uma mensagem porque nem sequer é «amiga» do Reino Já Cheguei no Facebook...
«Como denunciar acções de violação de direitos de autor por utilizadores:
Para denunciares uma violação de direitos de autor por um utilizador do Facebook, tudo o que tens de fazer é preencher o nosso formulário automático de DMCA. Este formulário é o método mais rápido para denunciares uma violação de direitos de autor. Apesar de analisarmos denúncias em todos os idiomas, a nossa análise será mais rápida se puderes enviar a tua denúncia em inglês.»
A denúncia está feita em português e em inglês.
Como diz no nosso blog e site:
«Os livros e as ilustrações estão protegidos por Direitos de Autor. Qualquer cópia, uso indevido ou não autorizado serão sancionados nos termos da lei.
Registo da IGAC: Nº 2294/2008
ISBN: Nº 978-989-95803-0-5»
*
Aqui no Reino não brincamos em serviço!
(mas agradecemos a publicidade...)

O Guizito entrevistou... Ana Paula Cavalari

O Guizito...

...artesãos brasileiros.
***
Que canais utilizas para a divulgação do teu trabalho?
Eu começei a postar fotos dos meus trabalhos no Flickr, em 2007. Ainda hoje eu utilizo o flickr para postar a maioria das fotos, mas támbém montei um blog. O blog é um local mais intimista, onde podemos escrever mais sobre nós e nossos trabalhos. Estou muito feliz com meu blog, mas ainda não sei muito bem como usar e não desfruto do tempo suficiente para deixá-lo melhor.
Flickr
Blog
*
Fala-nos um pouco de ti.
Sou uma mulher de 35 anos, mas nunca me lembro certo da idade... acho que parei na casa dos 20.... hehehehe... a cabeça sempre fica a toda, como na adolência. Fiz faculdade de medicina veterinária pela paixão que tenho aos animais. Meu mestrado foi na área de nutrição de cães e gatos, trabalhei depois com algumas marcas de ração, na parte técnica. Mesmo no perído do mestrado eu já trabalhava com artes. Pintava madeira, fiz alguns quartos para bebê até que abri uma loja. Mas mudamos de cidade por causa do emprego do meu marido e, com isso, veio a vontade de sermos pais. Então, para ficar em casa e se decdicar ao filho eu deixei a veterinária e dei asas a arte, assim poderia montar um atelier em casa. Descobri os tecidos e o patchwork no bairro onde moro, com uma amiga. Os tecidos se tornaram uma paixão e de mais fácil acesso. Assim... me dediquei ao mundo encantado dos tecidos e suas mil possibilidades. Amo desenhar, pintar e meu sonho é o mundo das aquarelas... ainda chgo lá!!! As bonecas... hum... paixão desenvolvida em um projeto que criei, junto com amigas, onde confeccionamos centenas de bonecas e cachorros para crianças hospitalizadas. Foi lindo!! 
*
Como caracterizas o teu trabalho e o que é que ele significa para ti? 
Meu trabalho é dar vida para as minhas meninas!!!  eu costumo dizer que é simples, meu trabalho é simples... eu junto um monte de coisinhas simples e fica lindo. junto um monte de cor, tecidinhos lindos, florzinhas, botões, fitinhas e vou dando vida para meninas aladas e menininhas de brincar. Eu descobri que era o meu ofício quando eu comecei a ficar até altas horas trabalhando, sem querer parar. o que eu faço me deixa em paz, eu consigo materializar meus sonhos, minhas idéias... significa meu mundo interno. É a hora que descanso...
*
Quando começaste? Quanto tempo dedicas a esta actividade agora?
Desde criança eu vejo minha mãe fazendo coisas relacionada a arte, ela era professora de crianças e viva inventando, decorando, produzindo coisas para as crianças. Ela também era inquieta e sempre estava descobrindo algo para fazer; fazia tricô maravilhosamente, pintava, e amava suas aulas de corte e costura. Mas foi em umas férias minhas, de faculdades, qeu ela me apresentou a pintura em madeira, mdf, e ai voltei para a faculdade pintando e aprendendo sozinha. Isso faz uns... 10 anos... quando mudei de cidade, foi quando ela foi morar no céu... eu descobri o patchwork e me apaixonei, em 2006. De lá para cá fui caminhando no mundo dos tecidos e hoje amo as bonecas... hoje, com casa, filho, etc... eu consigo me dedicar menos que gostaria.
*
Qual a história por trás do nome que escolheste para identificar as tuas peças?
ap.cavalari... hummmm... eu estou por trás desse nome.... Ana Paula Cavalari!
*
Costumas actualizar-te e aprender novas técnicas? O que fazes para te manter actualizada?
Como moro em um lugar afastado de aulas, eu me apego em livros, revistas, amigos e muita internet!!! 
 *
Qual o papel da tua família e qual a relação que tem com este trabalho?
Minha família vem em primeiro lugar e fazem parte desse meu nundo em tudo. Meu marido é meu maior incentivador, meu patrocinador, meu amigo, meu detalhista, meu crítico... o filhão... esse foi meu grande motivo em abraçar, de vez, esse caminho, pois poderia ficar ao seu lado em tempo integral. Fiz todo seu quarto e isso me deu uma grande satisfação. Estou tão envolvida no mundo infantil que só desejo fazer coisas relacionadas a isso.
*
Qual a peça artesanal que tens e que mais estimas (feita por ti ou oferecida) e porquê?

hummm.... difícil resposta... mas vou tentar... a arvore em madeira que desenhei e pintei para o quarto do meu filho, Francisco.
*
T
ens algum animal de estimação? Qual ou quais (nomes)?
Tenho 5 meninas! 2 cachorras velhinhas: a Frida, uma schawzer de 12 anos e uma vira-lata de husky siberiano, não sei a idade, pois era de rua. E as 3 gatas... todas de rua, uma tem mais de 10 anos, a Catarina, outra com uns 7 anos, a Mini e a Pança, que tem uns 5 anos.
*
Coleccionas algo? O quê?
Eu coleciono livros infantis e passarinhos.
 *
Quais as tuas perspectivas relacionadas com este projecto, para os próximos 2 anos?
Bom, para os proximos 2 anos as perspectivas são de andar lentamente, pois tenho mais um bebê para receber... quero ter mais um filho, então tenho que ir devagar com a produção. Mas meu desejo é criar mais algumas bonecas, e trazê-las para o mundo das aquarelas. Ah... desejo também me aventurar no mundo das palavras.
*
Conta-nos uma pequena história/curiosidade sobre ti ou sobre este teu projecto que te tenha marcado positivamente.
Não é uma história, mas preciso falar o quanto a arte me fez bem. Quando eu estava no mestrado, fazendo meu experimento, foi muito cansativo, desgastante e acabei ficando um pouco depressiva. Mas a arte veio me ajudar de forma tão silenciosa e carinhosa que só percebi o que ela tinha feito tempos depois. A arte, a arte manual resgatou uma força muito grande dentro de mim. Eu gostaria que as pessoas acreditassem nessa terapia e na força de suas próprias crições.
***
Queres divulgar o teu trabalho?
Inscreve-te AQUI.

Blog Widget by LinkWithin