O nosso reino é tudo isto, e muito mais...

Roy Tanck's Flickr Widget requires Flash Player 9 or better.

Get this widget at roytanck.com
"A fantasia não é exatamente uma fuga da realidade. É um modo de a entender."
"Fantasy's hardly an escape from reality. It's a way of understanding it" (Lloyd Alexander)

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Mimos para os olhos :)

Mais pormenores aqui de casa, do nosso Reino mágico :)

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

O meu Baralho Lenormand - 20 Cartas já estão prontas!

Aqui estão as primeiras vinte cartas!
Está a ficar bem bonito e muito original o meu baralho :)
Já merecem estar num video do youtube em breve... o que acham?
*
Junta-te a nós no Youtube.
Join us on Youtube.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Estar presente * Awareness

 
Flores amarelas e cogumelos :)
Consegues reparar nestes pormenores no teu dia a dia?

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Sumo de kivi e maçã * Kiwi and apple juice

BOM DIA!!
 
 
Love it!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

O meu Baralho Lenormand - RATO

Quando vi que havia uma carta RATO e que ainda não a tinha feito lembrei-me logo dos ratinhos da história da Cinderela!

Decidi que esta carta teria uma pitada de Contos de Fada.
E este é o resultado final!
Se em vez de olhares para a carta estás a olhar para a pedra que criei há alguns anos, podes ver mais fotos AQUI.

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Mais "Piscadelas de Olho" :)

 
Ler mais aqui.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

O meu Baralho Lenormand - FOICE

Carta No.10 – FOICE, esta carta prenuncia grande perigo que pode ser evitado pela presença ao redor de cartas boas. O infortúnio pode ser superado se o questionador for avisado e estiver disposto a enfrentar o desafio.

Esta carta foi um pequeno desafio. Não queria uma carta escura. 
Escolhi uma imagem de um muro que editei para que ficasse vermelho, e que simboliza "aquele que não quer ver", que coloca à sua frente "um muro" para não ver na realidade o que está a acontecer.
Mais uma carta feita e uma prova superada!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O meu Baralho Lenormand - SERPENTE

Nesta carta eu sabia que queria usar uma imagem realista e aquela foto da direita foi escolhida assim que a vi.
Para o fundo escolhi um tom cinzento e um tom creme.
E aqui fica a foto final!
Adorei a maneira como a carta ficou num tom claro dando ênfase às cobras.
*
Se olharem para a foto com atenção vêm uma pequena margem castanha.
É o efeito da utilização da "almofada" de tinta de que já vos falei noutro post:
Em breve tiro uma foto das cartas feitas todas juntas para verem bem como ficam essas margens.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Foca-te e Respira * Focus and Breathe

 
 
 
:)

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

O meu Dharma Workbook 2015 - Pormenores finais! Parte2

Esqueci-me de publicar ontem as fotos das últimas colagens que fiz no meu Dharma Workbook para 2015. Antes tarde do que nunca:
Aqui está o video do meu Dharma Workbook 2015 antes de começar a ser preenchido.
Onde podes comprar o teu Dharma Workbook para 2016? Procura aqui na nossa loja Etsy (vê as fotos no final deste post)!
Depois de pagares é-te enviado logo para o email. É só fazeres o download, imprimires e começares a preencher!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Cogumelos caseiros * Handmade mushrooms

 
Por aqui damos muita importância aos pormenores.
Este cogumelo foi feito pelo meu Tiago e foi-me oferecido no ano passado, no dia da mãe :)

domingo, 14 de fevereiro de 2016

O meu Baralho Lenormand - PÁSSAROS

Ao pesquisar pássaros por AQUI encontrei uns corvos que me agradaram bastante.
Aliás quem segue o blog sabe que adoro corvos (e mochos e morcegos e ainda representações da fénix). Até tenho uma tatuagem de um.
Outra coisa que adoro e que é a minha preferida entre todas é a cor AZUL.
Na impossibilidade (pelo menos lógica) de ter corvos azuis na minha carta optei por duas espécies.
ADOREI o resultado!
:)

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Encontra o teu caminho * Find your path

 
 
Procura-o * Look carefully

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Uma pedra furada com uma "íris no olho"

Já aqui falei de Holey Stones e de "Piscadelas de Olho". Ontem fui procurar uma.
Desta vez não fui eu que a encontrei, nem ela que me encontrou a mim. O meu marido pegou nela e disse que o buraco quase atravessava a pedra de um lado ao outro. Depois de eu a ver disse-lhe: “Quase não, atravessa mesmo!”
            Esta pedra tem uma forma curiosa. O buraco da frente tem a forma de um olho. O buraco de trás é minúsculo e quando se olha através do “olho” o buraco pequeno parece a íris. 
Aqui está ela.
Curiosamente esta Seer Stone faz parte de um dos exercícios do livro que tenho estado a ler.
Apesar de eu ter bastantes (ver aqui) quis uma nova.
*
Sobre a magia das pedras furadas.
As pedras furadas são consideradas tradicionalmente como mágicas, presentes do mar. Podem ser usadas penduradas acima do leito para proteção, bem como se forem pequenas levadas ao pescoço com um cordão.
As pedras com um orifício natural são associadas com a Deusa e com as fadas. Podem ser portais para o Outro Mundo e na Tradição Oculta dizem que uma pessoa pode ver fadas ao observar atentamente com o olho esquerdo através do buraco da pedra.
Ao assobiar pela abertura convoca-se as hostes dos mundos elementais, também espíritos, segundo o folclore europeu. Pode ainda ser tocada como um sino no ritual ou derramar-se por sua abertura libações de leite e vinho (neste caso a pedra é usada apenas para esse fim ritual, pois pode servir de oráculo revificado)*. Na bruxaria italiana, acredita-se que as pedras furadas podem ser habitações de espíritos que ajudariam a bruxa em seus trabalhos mágicos.
A pedra furada é considerada também Pedra da Deusa, sua representação fenomêmica, consubstanciada na mimese da Natureza, na antromorfização, ou seja, por assemelhar-se ao corpo feminino, sendo o buraco a abertura do ventre da Grande Mãe Neolítica.
Mas, no caso da pedra furada marinha essa representação recebe o, a meu ver, magnífico poder do mar primordial, sendo ela uma obra, uma passagem natural de um a outro mundo, formada pela própria ação da água oceânica. E toda a simbologia do mar como Mar Amargo, inconsciente e berço da vida, toma forma na matéria agregada de vida que é a rocha marinha. Ela é viva, pulsante, vibrante e antiga.
Assim como as conchas, as pedras furadas podem e devem ser ofertadas como oferendas para a Grande Mãe.
Podem também ser usadas (e aí uma vez usada para esse fim, não deve ser para outros) para banhos de purificação. A pedra furada é colocada na água junto com sal marinho.

*Esse conhecimento me foi passado por outros meios, não literários.

Informação copiada daqui.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Warm Grey Winter - O Reino em destaque no Etsy

O Reino em destaque :)
*
Vê, Clica, Partilha e Favorita
View, Click, Share and Fave

Each click, fave & comment makes the treasury "hotter" so more people will see these items.
Let's click each item and them fav... so we all can get more clicks.

O meu Baralho Lenormand - LADY and GENTLEMAN

Gosto bastante deste par :)
O HOMEM encontrei-o no Pinterest.
Por falar nisso, já nos segues por lá?
*
Sabes o que está escondido atrás do HOMEM?
Eu sei!
Uma cidade ao pôr-do-sol e estrelas :)
*
Segue-nos!
Visita o perfil de Reino no Pinterest.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

O meu Dharma Workbook 2015 - Pormenores finais! Parte1

Tento sempre que, até ao final do mês de janeiro, o meu Dharma Workbook do ano anterior esteja completo.
É isso que tenho estado a fazer nos tempos livres (que não são muitos).
Espero conseguir terminar tudo muito em breve :)
Aqui está o video do meu Dharma Workbook 2015 antes de começar a ser preenchido.
E aqui ficam algumas fotos de como está agora:
 
 
Caso não te tenhas apercebido que adoro fazer colagens podes bisbilhotar o que há por AQUI... são imensas fotos de algumas das minhas colagens!
*
Onde podes comprar o teu Dharma Workbook para 2016? Procura aqui na nossa loja Etsy (vê as fotos no final deste post)!
Depois de pagares é-te enviado logo para o email. É só fazeres o download, imprimires e começares a preencher!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

2016 Create Your Shining Year in Life - COMPRA o TEU!

Este é o SÉTIMO ANO em que a Leonie publica este workbook!
Nunca é tarde para encomendar!
Recomendo!!
Para  mais informações e quem sabe até comprar, clica AQUI
*
Todos os anos falo deste livro.
O ano passado escrevi ISTO.
A versão de 2016 em eBook, para imprimires em casa custa apenas 9.25€!
Se preferires a versão impressa pagas 20.41€
(Eu compro sempre a versão eBook pois posso imprimir as vezes que quiser, principalmente se me enganar a escrever...)
*
 
2016 Shining Year LIFE Goals Workbook Flip Through from Leonie Dawson on Vimeo.
*
Para  mais informações e quem sabe até comprar, clica AQUI
*
 
2016 Create Your Shining Year Workbooks from Leonie Dawson on Vimeo.
*
Para  mais informações e quem sabe até comprar, clica AQUI

Jizou Bosatsu, as estátuas guardiãs das crianças

As estátuas de Jizō Bosatsu (Ojizō-sama) podem ser encontrados por todo o Japão, como jardins, parques, cemitérios, em cruzamentos e em pequenos altares em templos e santuários, onde são colocados oferendas de velas, brinquedos e flores. As estátuas são enfeitadas, muitas vezes com boinas, coletes, babetes e cachecóis vermelhos.
Mas o que essas estatuetas significam? Jizou é considerado uma das divindades budistas mais queridas no budismo, onde é referido como o guardião das crianças, inclusive, as abortadas, desencarnadas (chamadas de “Mizuko” ou filhos de água) e aquelas que ainda estão por nascer. Também é patrono das grávidas e das mulheres em trabalho de parto.
Conta a lenda de Sai no Kawara que os espíritos das crianças, por terem feito os seus pais sofrerem, devem construir torres de pedras retiradas do leito do rio. Por isso, pais que perderam os seus filhos costumam depositar aos pés das estátuas de Jizo, montes de pedras empilhadas, para ajudar os seus filhos em sua tarefa.
Outra lenda diz que todos os rios levam águas de prata. Assim, as mães que perderam os seus filhos, escrevem orações em pequenas tiras de papel e colocam-nas na água, para que sejam levadas até eles, Jizo irá responder às suas solicitações com um sorriso amigável. É por isso que é chamado de deus do sorriso, inimigo dos espíritos malignos e o único que pode confortar uma mãe cujo filho morreu. 
Ele também é considerado o protetor dos viajantes, tanto em viagens físicas como espirituais. Por isso é comum encontrarmos seis estátuas enfileiradas, umas ao lado das outras, nas beiras das estradas, nos cruzamentos, nos caminhos para as montanhas e nas entradas dos cemitérios, pois são guardiãs das crianças e viajantes.
É frequentemente representado como um monge errante, muito jovem ou mesmo criança. Tem a possibilidade de viajar através do reino do animai e dos infernos e ajudar os que lutam para se libertar do sofrimento. Também é o deus dos casos “perdidos” e é aclamado por acalmar tempestades.
Jizo representa a sabedoria da terra, manifestando-se no otimismo espiritual, compaixão e salvação universal. Apresenta-se em seis diferentes formas para aliviar o sofrimento dos vivos e dos mortos, cada uma associada a um dos Seis Reinos da Existência, chamados de Roku Jizō (Seis Jizo).
Essa é a razão porque as seis estátuas de Jizo estão sempre juntas. Cada uma carrega um instrumento diferente: o cajado, a pedra da cura, o rosário budista, incenso, flores ou tem as mãos unidas pelas palmas. Em outros casos, o Jizo carrega apenas um cajado com seis anéis, que simbolizam os seis estados do desejo.

Os Seis Reinos de existência:
Infernos
Fantasmas famintos
Animais
Demónios Belicosos
Os seres humanos
Seres celestiais
O Samsara no Budismo Tibetano pode ser descrito como o fluxo incessante de renascimentos através dos mundos - o ciclo de morte e renascimento é encarado como um fato natural.
É a perpétua repetição do nascimento e morte, desde o passado até o presente e o futuro, através dos seis ilusórios reinos: Inferno, dos Fantasmas Famintos, dos Animais, Demónios Belicosos, Ser humano, dos Deuses e da Bem-Aventurança. A menos que se adquira a perfeita sabedoria ou seja iluminado, não se poderá escapar desta roda da transmigração, ou Roda da Samsara. Aqueles que estão livres desta roda de transmigração são considerados lamas, iluminados (ou budas, em sânscrito).

O meu Jizo veio dos EUA. Foi comprado no dia 26 de janeiro e  foi-me entregue em mãos no dia 8 de fevereiro, no dia da Lua Nova conhecida por ter o poder de ajudar nos novos começos, no processo de cura, amor, auto-estima, ...
Depois de um ano professor arranjei companhia para enfrentar 2016.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Mais fotos de cogumelos * Shrooms photos

 
 
 
 
De volta à magia dos pequenos pormenores que a mãe natureza nos deixa ver... se estivermos atentos.

Blog Widget by LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...