O nosso reino é tudo isto, e muito mais...

Roy Tanck's Flickr Widget requires Flash Player 9 or better.

Get this widget at roytanck.com
"A fantasia não é exatamente uma fuga da realidade. É um modo de a entender."
"Fantasy's hardly an escape from reality. It's a way of understanding it" (Lloyd Alexander)

domingo, 16 de abril de 2017

Ser Poderoso * Being Powerful

Para mim o PODER está em saber que temos capacidade para fazer algo que pode prejudicar os outros (ou nós mesmos) e não o fazermos. 
Isso sim é uma verdadeira demonstração de poder. Não é prejudicar. 
Eu sou capaz de magoar, mas simplesmente não o faço porque a pessoa nem merece que desça a esse nível (por exemplo).
Eu posso mentir mas não faço porque sou superior aos que mentem.
Eu posso destruir a reputação de X mas não o faço porque isso é muito fácil e eu sou superior a esses atos baixos.
Só "ataca"/demonstra "poder" quem se sente fragilizado, quem se sente vulnerável, quem se sente inseguro, quem necessita de provar que é mais poderoso do que os outros.
Quem precisa de tornar os outros frágeis para se sentir/mostrar superior é impotente.
Infelizmente as grandes demonstrações de "poder" são as que ficam na história pela sua selvajaria. Vejam o Hitler por exemplo. Ele para mim não foi um homem poderoso. Foi um homem que perdeu poder em cada brutalidade que cometeu.
Nesse aspeto sou egoísta. O poder fica comigo, não o dou/distribuo a/por ninguém.
(*to tell OR *to show)

Morgan Freeman no papel de Deus no filme Bruce — O Todo Poderoso diz:


EU tenho o poder!
EU sou corajosa!
Eu consigo fazer tudo o que me proponho fazer.
EU não preciso de magoar ninguém para me sentir poderosa.
EU crio a minha realidade.

Sem comentários:

Blog Widget by LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...