O nosso reino é tudo isto, e muito mais...

Roy Tanck's Flickr Widget requires Flash Player 9 or better.

Get this widget at roytanck.com
"A fantasia não é exatamente uma fuga da realidade. É um modo de a entender."
"Fantasy's hardly an escape from reality. It's a way of understanding it" (Lloyd Alexander)

terça-feira, 18 de abril de 2017

Só quem calça os sapatos é que sabe o quanto lhe magoam os pés... * Criticism

Quem está ocupado em melhorar a sua maneira de ser e de agir, não tem tempo nem vontade de criticar os outros.

"Eu tento sempre ser a melhor versão possível de mim própria."

Os Sioux têm um provérbio muito interessante:
“Antes de julgar alguém, caminha três luas com os seus sapatos”.
Referem-se ao fato de que julgar é bastante fácil, entender os outros é muito difícil. Ser empático é muitíssimo mais complicado. E esse julgamento só será realmente justo se vivermos experiências iguais.

Com frequência desejamos/exigimos que os outros nos entendam, que compreendam as nossas decisões e as partilhem connosco, ou que, ao menos, nos apoiem. Quando não fazem o que queremos, sentimos-nos mal, incompreendidos e por vezes até rejeitados.

É evidente que isso não é fácil de aceitar, todos necessitamos que, em algumas situações, alguém acolha as nossas emoções e decisões. É perfeitamente compreensível. Contudo, sujeitar a nossa felicidade à aceitação dos outros ou tomar decisões com base no medo de que os outros vão pensar é um grande erro. Um grande e inominável erro.

O que os outros pensam sobre nós, na realidade diz mais sobre eles do que sobre nós. O que pensam reflete, com certeza, o que eles são, não quem nós somos.

Se criticarmos alguém sem usar a empatia, sem nos colocarmos no seu lugar e sem, ao menos, tentar compreender o seu ponto de vista, expomos imediatamente a nossa forma de ser. Quando alguém diz ao mundo que nós somos maus, egoístas... esta atitude revela que essa pessoa é insegura, que tem uma forma de pensar rígida e cheia de estereótipos.

Quem critica o que não é, não compreendeu ou não quer aceitar

Acredito que por trás de uma crítica destrutiva quase sempre se esconde o desconhecimento ou a negação de si mesmo. Na verdade, muitas pessoas criticam porque não compreendem as nossas decisões, não caminham com os nossos sapatos, não conhecem a nossa história e não entendem a verdadeira razão por termos escolhido determinado caminho. Muitas pessoas acabam por nos criticar devido ao desconhecimento profundo sobre maneira de ser do outro, sobretudo, por serem arrogantes e pensarem que são os donos absolutos da verdade.

Muitas vezes, as pessoas criticam-nos porque veem refletidas em nós certas características ou talentos que não querem reconhecer. O escritor francês Jules Renard afirmou com precisão:“A nossa crítica consiste em reprovar nos outros as qualidades que queremos ter”
O mais curioso é que quanto mais tóxica é a crítica, mais forte se revela a negação dos sentimentos do crítico.

Na prática (pelo menos em algumas ocasiões) a crítica destrutiva não é mais do que um mecanismo de defesa - projeção. Neste caso, o crítico projeta nos outros os mesmos sentimentos, desejos ou impulsos que lhe são muito dolorosos. E com os quais não é capaz de conviver. Entende-os por isso como algo estranho e que deve ser castigado.
Como sobreviver às críticas

Sei que ninguém gosta de ser criticado, principalmente se as críticas se transformam em duros ataques verbais. Infelizmente, nem sempre podemos evitar estas situações, mas devemos aprender a lidar com elas sem que as mesmas nos afetem em excesso (não é nada fácil, eu sei...)

O que faço para conseguir fazer isso? Aqui estão algumas estratégias diferentes, porém eficazes no meu ponto de vista:

1.Coloca-te no lugar de quem critica. A empatia é um poderoso antídoto contra a raiva. Não podemos ter raiva de alguém quando compreendemos como se sente. Por isso, da próxima vez que alguém te criticar, tenta pôr-te no seu lugar. Ainda que essa pessoa não seja capaz de se colocar no teu. Trata-se provavelmente de alguém "míope dos olhos da alma", limitado e que infelizmente para si próprio, não está disposto a mudar. Ou de quem ainda não teve a sua experiência de vida (apesar de a viver) e guarda muita amargura e ressentimento. Dessa forma, aos poucos, interiorizarás que não vale a pena te aborreceres com aquelas palavras ditas com raiva.

2.É somente uma opinião.O que os outros pensam sobre ti é a realidade deles, não a tua realidade. As pessoas julgam-te segundo as suas experiências, valores e critérios. Se usassem os teus sapatos, e andassem pelos mesmos caminhos que  percorreste, é provável que pensassem de modo diferente. Portanto, assume de uma vez que essas críticas, na realidade, são apenas opiniões, nem mais nem menos e são absolutamente tendenciosas. Por lado lado, podem até ser valorizadas se percebermos que se pode tirar proveito delas. Eu costumo dizer: "Posso não saber o que vou fazer, mas tenho a certeza do que não farei".
Nota - Ao desprezar essas críticas jamais permitas que arruínem o teu dia.
(Nada fácil... mas possível).

3.Devolve as críticas com graça. Quando se trata de críticas destrutivas o mais conveniente é fazer “ouvidos moucos”. Sabemos à partida que essa pessoa não está aberta ao diálogo, se estivesse, em vez de julgar e atacar, iriam primeiro mostrar uma atitude baseada no respeito e na compreensão.
Há no entanto alturas em que será necessário ser direto e acabar logo com a situação. Podemos, nestes casos, responder sem se alterar e com frases breves que não deem motivos às respostas. Por exemplo: “Não podes dar a tua opinião sobre coisas que não conheces” ou “Acredito que não entendeste por isso não podes criticar”.
Em geral, os homens julgam mais pelos olhos do que pela inteligência, pois todos podem ver, mas poucos compreendem o que veem”, disse Maquiavel há séculos atrás. 
Outra das coisas que costumo dizer:
"Se as pessoas tiverem pedras nas mãos para atirar aos outros, não têm espaço nelas, para receber amor..."

E para os que criticam:
Em vez de críticares aprende a ouvir:

Nota:
Pois...

Sem comentários:

Blog Widget by LinkWithin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...